Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Lista de Contos de Fonjic
 Arquivo de contos de Fonjic
 Tripas
 Texto Livre
 Spectro Editora
 Bukowski
 John Fante
 Sig Schaitel - tradutor do Bukowski
 Ciberarte
 Atire no Dramaturgo
 Espelunca
 Casa dos espelhos
 Mais livros do Bukowski
 Vulva Museum
 Proselitismo Ateu


XML/RSS Feed

Histórico
 26/08/2012 a 01/09/2012
 28/02/2010 a 06/03/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 25/10/2009 a 31/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 26/07/2009 a 01/08/2009
 19/07/2009 a 25/07/2009
 12/07/2009 a 18/07/2009
 05/07/2009 a 11/07/2009
 28/06/2009 a 04/07/2009
 21/06/2009 a 27/06/2009
 14/06/2009 a 20/06/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 31/05/2009 a 06/06/2009
 24/05/2009 a 30/05/2009
 10/05/2009 a 16/05/2009
 07/12/2008 a 13/12/2008
 30/11/2008 a 06/12/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 18/05/2008 a 24/05/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 25/11/2007 a 01/12/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 12/11/2006 a 18/11/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 09/10/2005 a 15/10/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005
 21/11/2004 a 27/11/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 09/05/2004 a 15/05/2004
 25/04/2004 a 01/05/2004


 
Uretrite: contos de Fonjic
 

Dispater

 

            Começou na Índia, quando entre seus muitos deuses criaram um que se chamava Dyaus Pitr, a deidade que respondia pelo céu e era representada como touro vermelho ou um cavalo preto. Em seguida chegou na Grécia como Zeus pater. Para os romanos ele chegou em duas épocas distintas: primeiro como Dis Pater, deus das riquezas e do subterrâneo e mais tarde como Jove pater, isto é, Júpiter. Por fim os cristãos se apropriaram das demais crenças e vieram com o deus pater, que colou e ficou por aí até hoje. Foi de Júpiter, por exemplo, que veio a imagem de velho barbudo que até hoje se associa ao personagem.

            Fato é que de todos seus antecessores, Dispater foi aquele cuja personalidade mais se entranhou na nova entidade. Um deus dos subterrâneos e das riquezas, uma espécie de diabo primitivo a quem se ofereciam sacrifícios em altares enterrados na areia.

            Pois foi quando conheci Dispater que consegui entender a riqueza das colunas de ouro do Vaticano, o luxo das catedrais, a ostentação luxuosa dos bispos e a apropriação sem receios do dinheiro do Estado.

            Vejam, por exemplo, que o STF quando concedeu dois habeas corpus a um banqueiro corrupto condenado pela justiça, o fez justamente com a benção do deus cristão, representado no bonequinho de homem morto pregado na parede.

            Os vereadores, quando receberam uma modesta propina para aumentar o zoneamento da avenida Rio Branco por cima da praça Getúlio Vargas, permitindo assim a demolição de imóveis tombados como patrimônio histórico para a construção de prédios, também o fizeram em nome do deus cristão, o qual eles invocam todo início de sessão. Afinal se Dispater é o deus da riqueza, por que não permitiria que eles enchessem mais seus próprios bolsos? Se é o deus dos subterrâneos, por que não permitira subornos e negociatas escondidas da luz?

            Quando os vereadores ganham carros de luxo emprestados para permitir a construção de um shopping center em cima de um mangue, área de preservação permanente, não se deve lhes censurar, o fizeram com bênçãos do deus cristão. Quando aumentam os salários de forma exorbitante, recebem verbas indenizatórias e rasgam o plano diretor da cidade, não se irrite, lembre-se sempre que o fazem invocando o nome do deus cristão e também possuem o bonequinho na parede do homem morrendo torturado. Agora pretendem até mesmo ler a bíblia em toda sessão.

            Enquanto se continuar misturando Igreja com Estado, permaneceremos na era das trevas. É ruim para todos nós, para o Estado e para as religiões.



 Escrito por Fonjic às 01h28 [ ] [ envie esta mensagem ]